A Circunstância Oposta é A Hiperglicemia

Pela Despolitização Das Atividades Policiais


Os carboidratos são a fonte de energia pro corpo e é o nutriente menos difícil de ser obtido, já que está presente em quase todos os alimentos. As gorduras, ao inverso do que muita gente pensa, não devem ser banidas da dieta. Necessitam-se impedir só as gorduras trans e as saturadas, presentes em margarinas, biscoitos e muitos alimentos industrializados. As chamadas gorduras boas devem ser consumidas todos os dias, dado que evitam o retardamento do metabolismo e, por conseqüência, do crescimento muscular.


Estas gorduras boas são encontradas em alimentos como azeite de oliva, salmão, sardinha, nozes e castanhas. Vitaminas, minerais, ferro, zinco etc. são consideráveis para se conservar uma interessante saúde. Muita gente fica prestando atenção somente em proteína e carboidrato e esquece os micronutrientes. As melhores fontes são os vegetais, portanto assegure-se de manter em sua dieta algumas frutas e, em no mínimo duas das refeições, acrescente verduras e legumes. Brócolis, espinafre, tomate e cenoura são alguns dos mais recomendados. De novo, talvez você não consiga preencher todas as necessidades de micronutrientes apenas com a alimentação. Considere a utilização de um suplemento multivitamínico/multimineral, fazendo com que seu corpo humano receba quantidades ideais de nutrientes. Devo me alimentar de quanto em quanto tempo?



A periodicidade correta da alimentação é outro ponto primordial. Você deve comer, pelo menos, 6 vezes por dia, sem nunca ficar mais de três horas sem consumir - a não ser quando estiver dormindo. Isso mantém o seu metabolismo em estado anabólico - de desenvolvimento muscular. No momento em que começamos a ter fome, o organismo passa a consumir tuas reservas, incluindo aí massa magra. Além disso, comendo mais vezes no decorrer do dia o corpo não vê a indispensabilidade de acumular gordura (reservas de energia), ficando mais sequinho. Quando menos gordura houver perante tua pele, mais aparentes ficarão os músculos. Dois segredos a respeito da periodicidade são capazes de fazer toda a diferença.


O primeiro é a refeição que você faz logo após vir do treino. Deste momento, eu corpo humano está sedento por nutrientes e você tem uma janela de oportunidade magnífica para alimentá-lo da melhor maneira possível. Essa é a única refeição em que você deve ingerir carboidratos de grande índice glicêmico, uma vez que o pico de insulina ajudará a transportar as proteínas até os músculos. Por aqui é recomendado você utilizar suplementos alimentares: uma boa dose de whey protein (proteína extraída do soro do leite, altamente concentrada e de rápida absorção) com a mesma quantidade de maltodextrina ou dextrose (carboidratos de alto índice glicêmico). Perceba que eles estão suplementando a sua dieta e não substituindo comida de verdade (este é um outro problema muito comum entre os principiantes).


Alimentos Que Ajudam A Emagrecer

Chamamos este horário de pós-treino. O segundo segredo é cortar bastante ou até já eliminar os carboidratos da última refeição, aquela que você faz antes de comparecer dormir. Agindo em vista disso, seu corpo humano irá fornecer mais hormônio do desenvolvimento do que normalmente, acelerando bastante o crescimento muscular. Com isso chegamos a um ponto importantíssimo da alimentação: as proporções corretas. Uma refeição que contenha só macarrão, batata, verduras e um suco é uma refeição completa?


A resposta é não. Ela está sobrecarregada de carboidratos, todavia sem nenhuma fonte significativa de proteína. A regra é a seguinte: toda refeição (não obstante a última) tem que possuir uma porção de carboidratos e uma porção de proteínas. A toda a hora. Além disso, em duas delas é recomendável ter ainda uma porção de verduras e legumes e gorduras boas (ácidos graxos como as que citamos anteriormente).


No fim de contas, temos a dúvida da quantidade. Se você ingere alimentos excessivo, seu corpo humano pode estocá-los em forma de gordura. Se ingere de menos, portanto não terá matéria prima pra fazer a construção dos músculos. Uma quantia mínima adequada é do tamanho do seu punho fechado. Esses foram os básicos da Alimentação pela Musculação. Comece a ajeitar seus erros neste instante mesmo com o intuito de garantir teu hipertrofia com propriedade.


No entanto, talvez, seja uma legal ideia impossibilitar comer com eles. Se você costuma almoçar com aquele famoso camarada “magro de ruim”, é bem provável que, durante o tempo que você monta um prato equilibrado e saudável, ele estará desenvolvendo um prato rico em alimentos pouco nutritivos que, para ti, serão vistos como tentações. É prazeroso impossibilitar este tipo de estresse, né? Tente fazer suas refeições com pessoas que partilham dos mesmos objetivos que você. Desta forma, você encontrará motivação a todo o momento que for preciso e saberá que não está sozinha nesta!


Consumir mais do que o corpo usa como energia engorda. Parece uma determinação clara no momento em que se trata de ficar mais gordo. E quando você fez tua dieta direitinho e, ainda deste modo, o ponteiro marca um quilo além do esperado? Fã de esportes, você pratica atividade física muitas vezes na semana. Porém, a agenda cheia de pacto complicou e você não conseguiu se exercitar. Essa pode ser a desculpa do quilinho extra, pelo motivo de durante o treino há bastante queima calórica.


Músculos não crescem da noite para o dia, é claro. No entanto, se você tem treinado com afinco, talvez o efeito apareça na balança. Músculo pesa mais que gordura, apesar do volume corporal ser bem pequeno. A vantagem é que quanto mais músculo, mais teu metabolismo trabalha queimando calorias, sabia? Você comeu os alimentos errados! Como estes alimentos tendem a ter altas quantidades de sódio, causam retenção de líquidos no corpo humano. Ou talvez você esteja mudando sua dieta. Oleaginosas são altamente calóricas e não okay detonar um pacote desculpa de que são snacks saudáveis.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *